O candidato à presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, respondeu à mais uma notícia falsa. Em texto veiculado no site da Folha de São Paulo nesta terça-feira (7), a seguinte frase era atribuída ao deputado: “Homem não deve intervir na decisão da mulher sobre aborto”. Em vídeo publicado no mesmo dia, à noite, Bolsonaro comentou: “Mais uma covardia dessa imprensa suja”.

Segundo o candidato, o objetivo da matéria era colocar ele contra determinados grupos que são contrários ao aborto. A notícia, que foi amplamente compartilhada nas redes sociais e gerou debate nos comentários, traz uma entrevista com o parlamentar e já inicia em tom irônico. “Abortar ou não é uma decisão que cabe à mulher. Uma opinião que, à primeira vista, seria associada a um candidato com digitais progressistas. Ela pertence, contudo, ao presidenciável mais combatido por esse segmento, Jair Bolsonaro (PSL)”, diz o texto.

O candidato explica: “A única situação em que a mulher decide, juntamente com o marido ou sozinha, sobre o aborto são os casos deferidos em lei no momento. É risco de vida, anencefalia e casos de estupro. Nesses casos é a mulher que decide se vai abortar ou não. Está em lei!”. Bolsonaro ainda reafirmou que nos demais casos sempre foi radicalmente contra.

Ele ainda se posicionou sobre um eventual debate e/ou aprovação do tema pelo Congresso Nacional. “Caso um dia a Câmara e o Senado aprovem a ampliação do aborto e eu seja presidente, eu vetarei essa proposta”.

Veja abaixo o vídeo completo.

 

Da Redação

Foto: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome