O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) subiu 8,24% nos últimos 12 meses, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) em relatório publicado nesta segunda (30). O índice, que é o principal influenciador dos preços de aluguéis, subiu como um resultado da desvalorização do real e também da greve dos caminhoneiros.

Apesar disso, a FGV apontou que os valores em si não subiram. O principal motivo é o mercado desaquecido, que faz com que os valores fiquem, de certa forma, “presos”. Por outro lado, o mercado está atento a esse novo dado, já que normalmente os valores são reajustados com reflexo dos doze meses anteriores.

O Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP) comprovou o desaquecimento do mercado. Segundo os dados do Secovi-SP, o valor da locação recuou 0,6% no período de julho/2017 a junho/2018. Em contrapartida, o IGP-M subiu 6,93%. O IGP-M está subindo desde setembro do ano passado. O último mês da queda (agosto/2017) foi -1,7%. Fevereiro de 2018 foi o último índice abaixo de zero (-0,4), no mês seguinte o IGP-M já foi medido em 1,9% e em junho era 6,9%.

 

Da Redação

(Foto: Freepik)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome