O candidato a Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) deu entrada no Hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo, na manhã desta sexta-feira (7), depois de ter sido esfaqueado em uma agenda de campanha que cumpria em Juiz de Fora (MG). Os médicos avaliaram a situação de Bolsonaro como “extremamente estável” e liberaram a transferência a pedido da família.

A equipe médica do Hospital Albert Einstein confirmou que a ida do presidenciável para São Paulo ocorreu como esperado. Entre todos os aspectos, foram monitorados dois especialmente: pneumonia (pois o candidato ficou muito tempo em choque e perdeu cerca de 2 litros de sangue) e infecção (por causa do vazamento de massa fecal na cavidade abdominal). Ele deve ficar internado de sete a dez dias, mas as atividades de campanha só devem ser retomadas em cerca de 20 dias.

Transferência

O avião com Jair Bolsonaro pousou no Aeroporto de Congonhas às 9h44. Uma ambulância levou o candidato do hangar até o helicóptero Águia, da Polícia Militar. A aeronave o levou em cerca de 5 minutos até o heliponto do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. De lá, ele foi colocado em uma ambulância e levado ao hospital.

Situação na quinta

O deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável, divulgou um vídeo na madrugada de quinta para sexta em que fala da situação de Jair Bolsonaro e falou sobre as investigações em relação ao atentado. “O Jair Bolsonaro está consciente, está se recuperando da cirurgia. (…) A faca entrou 12 centímetros e realmente foi um milagre ele estar vivo, disse o parlamentar. Veja o vídeo completo abaixo.

 

Da Redação

Foto: Reprodução/Twitter/@BolsonaroSP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome