O Ministério da Saúde confirmou que 1069 pessoas foram oficialmente diagnosticadas com sarampo apenas em Roraima e no Amazonas. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (8) e são baseados em informações enviadas ao governo federal pelas Secretarias Estaduais de Saúde e foram contabilizados até o dia 6 de agosto.

Foram 788 casos de sarampo confirmados no Amazonas e mais 281 em Roraima. Além disso, mais de 5 mil casos estão em investigação. Das 5 mortes que aconteceram, quatro foram em Roraima e uma no Amazonas. Um dos fatores, especialmente em Roraima, é a “importação” de casos da Venezuela. Entre os mortos estão três estrangeiros.

O governo afirmou que manterá a campanha nacional de vacinação até o dia 31 de agosto, com esforços maiores nos dois estados do surto. Um dos principais públicos é com as crianças de 1 a 5 anos, que devem ser vacinadas independente de terem recebido alguma dose.

O governo federal ainda alertou para eventuais viagens ao exterior, especialmente à Venezuela e países vizinhos, como também, insistiu na vacina, que é a forma mais efetiva de proteção contra o sarampo.

 

Da Redação

Foto:Carlos Bassan

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome