Segundo o professor Roberto Kraenkel, do Instituto de Física Teórica da UNESP, a propagação do novo coronavírus no Brasil parece com a Itália semanas atrás. Além disso, o número de casos pode passar de 3 mil na terça-feira (24), e a tendência é que dobre esse número a cada 54 horas e 43 minutos, de acordo com o estudo conduzido pelo Observatório Covid-19 BR. 

“Uma forma de acompanhar a epidemia é seguir o tempo de duplicação dia a dia. Se as ações de contenção surtirem efeito, vamos observar o tempo de duplicação aumentar. Esta é uma forma de saber se estamos conseguindo ‘domar’ o coronavírus”, detalhou Kraenkel. 

O ministério da Saúde confirma 621 casos e 7 pessoas morreram — 5 pessoas de São Paulo e 2 do Rio de Janeiro — até hoje (20).  

Da redação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome