Em reunião online, que aconteceu nessa última terça-feira (16), representantes do TSE, lideranças políticas e especialistas em saúde discutiram o adiamento das Eleições de 2020.

Na discussão, pelos participantes, houve um consenso pelo adiamento das votações. Existe um consenso que a nova data seguirá uma janela que varia de 15 de novembro a 20 de dezembro, sendo divulgada pelo Congresso Nacional.

O Presidente da Câmara destacou ainda mais sobre a ideia do bem-estar social: “Nós temos que pensar no bem de todos e garantir a saúde da população”, pontuou.

Também foi citado as novas medidas de consciencialização para eleitores e mesários de como se comportar nas eleições.

Ainda sem uma definição, o Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ministro Luís Roberto Barroso, destacou que o objetivo maior dessa reunião é recolher informações técnicas e científicas a respeito do adiamento. A definição final virá até o dia 30 de junho.

Existe uma data que parece ser a que mais agrada a todos que é a realização da eleição em primeiro turno, 15 de novembro, e segundo turno, 29 de novembro. Mas a data só será decidida com a votação da PEC que será votada nos próximos 15 dias, segundo Rodrigo Maia.

Da redação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome