Foi notícia o fato de que um grupo de empresários está comprando pacotes de disparo de mensagens contra o PT no WhatsApp. A informação vou veiculada pelo jornal Folha de São Paulo e o texto acusa o candidato Jair Bolsonaro (PSL) de caixa 2 por ser uma espécie de doação de campanha não declarada, o que é proibido pela legislação eleitoral. Outra proibição seria no fato de ser uma doação de empresas. Vedado na nova legislação eleitoral.

Segundo a reportagem, os empresários chegaram a gastar R$ 12 milhões nos contratos. Entre as empresas citadas, está a Havan, administrada por Luciano Hang, que afirmou desconhecer o serviço. Em contato com a Folha, Bolsonaro afirmou: “Eu não tenho controle se tem empresário simpático a mim fazendo isso. Eu sei que fere a legislação”.

Nas redes sociais, o candidato Fernando Haddad (PT) acusou Bolsonaro de tentar fraudar as eleições. Pelo Twitter, o deputado federal Eduardo Bolsonaro reafirmou que se trata não só de fake news, como também questionou a imparcialidade da imprensa.

Jair Bolsonaro prometeu uma live no Facebook, às 20h, e deve se pronunciar novamente sobre o assunto.

 

Da Redação

Foto: Pexels

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome