Depois de ter encontros por telefone com o presidente Donald Trump e o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, o presidente eleito Jair Bolsonaro recebeu em sua casa uma comitiva chinesa e o embaixador da Itália no Brasil. Essas são as primeiras visitas de representantes internacionais que o novo presidente recebe.

O embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, esteve com Bolsonaro para conversar sobre a relação entre os dois países a partir de 2019. Além disso, os líderes trataram sobre a situação do ativista italiano Cesare Battisti, condenado na Itália por terrorismo.

“O caso Battisti é muito claro. A Itália está pedindo a extradição Battisti, o caso agora está sendo discutido no Supremo Tribunal Federal e esperamos que o Supremo tome uma decisão no tempo mais curto possível”, disse o embaixador. Apesar de Bernardini não ter apontado um balanço da reunião, Bolsonaro já apontou que pretende autorizar a extradição.

Além do grupo representando a Itália, o novo presidente recebeu uma comitiva chinesa. O embaixador Li Jinzhang, o ministro Song Yang, o ministro conselheiro Qu Yuhui e a tradutora Liu Xiyuan participaram da reunião, mas não falaram com a imprensa na saída da casa de Bolsonaro, na Barra da Tijuca (RJ).

 

Da Redação

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome