O presidente Jair Bolsonaro anunciou nessa quinta-feira (19) que “a tendência é vetar” o fundo eleitoral para as campanhas do ano que vem, estimado em R$ 2 bilhões. “Em havendo brecha para vetar, eu vou fazer isso. Porque eu não vejo, com todo respeito, como justos recursos para fazer campanha”, afirmou.

O presidente ainda afirmou que apesar de não querer “afrontar o parlamento”, possui poder de veto e crê que R$ 2 bilhões seriam utilizados de forma melhor pelo Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura.

“A peça orçamentária chegando, eu tenho poder de veto. Não quero afrontar o parlamento, mas pelo amor de Deus, dá 2 bilhões para o Tarcísio, e vê o que ele faz no Brasil”.

Da Redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome