No dia 8 de dezembro, duas crianças guatemaltecas morreram após serem detidas por tentar entrar nos Estados Unidos de forma ilegal. Trump afirmou que a culpa era dos democratas, por “permitir às pessoas pensar que se pode entrar no nosso país de forma ilegal”, disse o presidente americano em um tweet.

Segue íntegra do tweet:

Tradução: “Qualquer morte de crianças ou outras pessoas na fronteira é estritamente culpa dos democratas e de sua patética política migratória, que permite às pessoas fazer uma longa viagem achando que podem entrar ilegalmente em nosso país”, publicou o presidente no Twitter. “Não podem. Se tivéssemos o muro, sequer tentariam!”

Em outro tweet, o presidente americano disse que uma das crianças já estava doente antes de chegar à fronteira, o que gerou questionamentos sobre o porquê o seu pai não a teria levado para algum hospital ou enfermaria, uma vez que estes percorreram cerca de 2500 quilômetros da Guatemala aos Estados Unidos. Trump também disse que o pai da criança não havia dado água a ela por muito tempo (dias). Segue o outro tweet:

Tradução: “As crianças estavam muito doentes antes de serem entregues à patrulha fronteiriça. O pai da menina disse que não foi culpa deles, ele que não havia dado água a ela por dias”, continuou Trump. “A patrulha fronteiriça precisa do muro, e tudo acabará”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome