Após a aprovação da Reforma da Previdência no primeiro turno na Câmara os Deputados Federais, o dólar registra uma queda de aproximadamente R$ 0,25 (vinte e cinco centavos) desde maio. 

Estabilizado no momento com o valor de R$ 3,76 (três reais e setenta e seis centavos), tal queda nos valores apresenta uma evidência clara de que a decisão tomada pela Câmara na votação da quarta-feira (11) agrada o mercado e que este está disposto a investir no real brasileiro sem medo novamente. 

Os agentes do mercado financeiro demonstram uma maior aprovação e expectativa positiva para o mercado brasileiro e no governo Bolsonaro com a aprovação da Reforma de maneira definitiva, o que será determinado após o segundo turno das votações pelos deputados Federais em agosto e em seguida pelo Senado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome