Filho do ex-vice-presidente José de Alencar, o empresário Josué Gomes (PR), negou oficialmente e formalmente o convite feito pelo “Centrão” – bloco de partidos que une PP, PRB, DEM, PR e Solidariedade – para ser o vice de Alckmin. O convite havia sido feito há alguns dias e fontes já davam conta da negativa de Josué. Hoje (26) o empresário enviou uma carta declinando do convite.

A decisão veio horas depois do apoio oficial do Centrão à pré-candidatura de Alckmin e seria o principal nome do bloco para compor a chapa do tucano. A partir de agora os presidentes dos partidos devem tirar uma solução da cartola para o corrida ao Palácio do Planalto.

Apesar de “órfão de vice”, o pré-candidato Geraldo Alckmin disse estar tranquilo e não ter pressa quanto ao nome do seu companheiro de chapa. Por outro lado, já existem informações de uma reunião com os dirigentes do centrão para indicar o próximo nome. Indicar o vice teria sido uma das condições do bloco para confirmar a composição.

Quem é Josué Gomes?

Empresário de sucesso, Josué Christiano Gomes da Silva, 54 anos, é ventilado para alguma pré-candidatura desde o ano passado. Filho do ex-vice-presidente José de Alencar, ele entrou na vida empresarial sob orientação e ensinos do pai, e logo assumiu a Coteminas, empresa do setor têxtil criada por Alencar, que hoje tem faturamento de R$ 2,58 bi.

Referência para o empresariado brasileiro, especialmente em Minas Gerais, Josué Gomes – muitas vezes chamado de Josué Alencar – já foi preterido por Pimentel (governador de Minas-PT), Alckmin e Ciro. Apesar disso, nunca fez avanços significativos com nenhuma das partes e já afirmava não ser afeito à ideia de vice de Alckmin.

 

Da Redação

(Foto: Guilherme Dardanhan/Divulgação ALMG)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome