Foto: Marco Bello/Reuters

O ditador da venezuela Nicolás Maduro disse que caso o presidente interino Juan Guaidó, que está na Colômbia, tentasse voltar à Venezuela, responderia à justiça, pois esta o teria proibido de deixar o país. “Ele tem que respeitar as leis”, disse o ditador.

Guaidó, entretanto, não se intimida com a ameaça de Maduro. Ele disse que voltaria normalmente ao seu país, e disse que caso algo acontecesse com ele ou sua família, seria responsabilidade de Maduro.

Maduro deve tomar muito cuidado ao tomar qualquer atitude relacionada ao auto-proclamado presidente Juan Guaidó. Caso o ditador dê um deslize e o prejudique, a comunidade internacional, que já está contra ele, será mais contra ainda, e poderá enfraquecer ainda mais o seu poder, e reduzir o seu tempo restante de trono.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome