Desde segunda-feira (22) a polícia norte-americana tem interceptado e recebido chamados para investigar pacotes suspeitos que tem sido enviados para personalidades dos Estados Unidos, entre elas, a ex-secretária Hillary Clinton, o ex-presidente Barack Obama e o ator Robert De Niro.

Um dos primeiros casos aconteceu na casa do investidor bilionário George Soros. Segundo um comunicado enviado à imprensa, um empregado encontrou o pacote e encontrou o que parecia ser um artefato explosivo. A polícia foi acionada e fez detonação do pacote.

Outros casos aconteceram com as deputadas Maxine Waters e Debbie Wasserman-Schultz (estava com nome e endereço do ex-secretário de Justiça Eric Holder) e o ex-vice-presidente Joe Biden. Um pacote também chegou até a sede da CNN, no Time Warner Center, em Manhattan, o que obrigou o prédio a ser evacuado. Nesse pacote estava como destinatário o ex-diretor da CIA, John Brennan.

Segundo o FBI, todos os pacotes continham a mesma característica: envelope pardo e seis selos com a bandeira dos EUA. Alguns tinham a informação de que o remetente seria a deputada Debbie Wasserman-Schultz. O FBI emitiu também um alerta pelo Twitter.

Até agora ninguém assumiu a autoria pelos envios e, por enquanto, ninguém foi preso.

 

Da Redação com CNN

Fotos: CNN e NBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome