De acordo com a revista Crusoé ao final de julho deste ano, Dias Toffoli, atual presidente do Supremo Tribunal Federal, recebe de sua mulher uma mesada de R$ 100 mil, religiosamente depositados num banco de Brasília que não chama a atenção. (Detalhe: a mulher do ministro do STF é dona de um grande escritório de advocacia de Brasilia que alcançou o sucesso depois que o marido chegou ao topo do Poder Judiciário.)

Passados 05 meses, o Colunista Diogo Mainardi, questiona por que a grande imprensa brasileira não repercutiu o fato. Afinal, somados as quantias já chegam a 4,5 milhões. Além disso, a conta do magistrado é movimentada por um ex-bancário de confiança.

Até o momento Toffoli não se pronunciou a respeito, posicionamento que deixa o assunto mais atrativo para apurações. No entanto, até agora, o assunto não está no centro das atenções de nenhum outro grande veiculo de comunicação, além do Antagonista que levantou as primeiras questões sobre a transação, que, convenhamos, é deveras estranha. Precisa ser esclarecida pelo atual presidente do STF.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome