A semana começou com a pichação de suásticas nazistas na Capela de São Pedro da Serra, em Nova Friburgo (RJ). As pichações mancharam a fachada de 150 anos, a mais antiga da cidade. O crime aconteceu na madrugada do dia 14 e foi descoberto logo pela manhã, quando as imagens tomaram as redes sociais.

Inicialmente o fato enquadrou-se como crime ambiental, já que a capela possui alto valor arqueológico e histórico. A investigação da polícia concluiu na quarta-feira (17) que três homens são responsáveis pelo vandalismo. Um tem 24 anos, outro 29 e o terceiro tem 34. Eles foram ouvidos e liberados em seguida. Os mesmos homens, segundo a polícia, foram flagrados pichando imagens contrárias a Jair Bolsonaro (PSL).

Em todo país estão sendo registrados casos de pichação de suásticas nazistas, forçadamente sendo atreladas ao Jair Bolsonaro. Assim como o caso da jovem que teria sido agredida de “marcada” por três militantes do candidato do PSL.

Ver a polícia identificando os suspeitos desse crime contra o patrimônio histórico fazendo as pichações das suásticas e posteriormente escrevendo “#elenão” em muros de Nova Friburgo, coloca em sinal amarelo de que o vandalismo teria sido, de fato, levantado por militantes de Bolsonaro.

 

Da Redação

Foto: Reprodução/Facebook/Polícia Civil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor digite o seu nome